A dimensão espiritual

A dimensão espiritualUma das descobertas mais interessantes na educação sanitária tem sido o reconhecimento do que é chamado “saúde espiritual”. Esta área de estudo reconhece o papel vital que crenças e valores desempenham em influenciar o comportamento e a saúde. Indivíduos que crêem em Deus, assistem à igreja regularmente e conservam convicções morais vigorosas são menos inclinados a recorrerem ao fumo, abuso do álcool ou drogas ou a atividades sexuais promíscuas.

Embora nossa sociedade liberal chame a essas coisas “liberdades humanas normais”, os profissionais de saúde as denominam comportamentos de alto risco. A Bíblia chama a essas coisas pecados – a serem evitados! As proibições bíblicas contra a glutonaria, letargia, embriaguez e promiscuidade sexual, bem como as diretrizes alimentares, são importantes e enquadram-se em diretrizes sanitárias de saúde pública que promovem o viver saudável.

Os princípios bíblicos de saúde oferecem notável contraste com os valores desvirtuados – ”se lhe parece bom, faça-o” – de nossa sociedade liberal! Quando esses valores são ensinados pela família, e reforçados pelas igrejas e escolas, os indivíduos mais provavelmente desenvolverão comportamentos positivos que promovem a saúde e previnem a doença. As crenças religiosas individuais são uma poderosa influência sobre o comportamento. Por isso Deus incluiu na Bíblia importantes instruções sobre saúde – para que os líderes religiosos as ensinassem!

Contudo, há mais na Bíblia do que uma lista de “faça isto” ou “não faça aquilo” quanto a saúde. Não obstante muitos hoje terem perdido de vista as instruções de Deus, e tornado a saúde um fim em si mesma, a Bíblia provê razões mais profundas para nossas decisões na vida. Das Escrituras aprendemos que fomos feitos à imagem de Deus (Gênesis 1:26), que seremos responsabilizados por nossos atos e que devemos “glorificar a Deus com nossos corpos” (1 Cor. 6:20). Nossos corpos, porém, não foram feitos para durar para sempre (Sal. 39:5; Tia. 4:14). Nosso real desafio é aprender a pensar como Deus, desenvolver caracteres santificados (Fil. 2:5) e demonstrar amor pelos semelhantes (João 15:17). Esta vida é apenas um campo de treinamento para um incrível futuro (1 Cor 9:24-27). Se aprendermos a seguir as instruções de Deus, e cuidar apropriadamente do que Deus nos concedeu, receberemos uma recompensa que inclui reinar com Cristo quando Ele retornar para estabelecer o Seu Reino sobre a terra (Apoc. 5:10). Este é o evangelho (Mar. 1:14, 15)!