Caminhadas ajudam a aliviar dores lombares, mostra estudo

Se você sofre de dores lombares, não é preciso gastar dinheiro com sessões caras de fortalecimento muscular – basta andar. Essa é a conclusão de um estudo feito na Universidade de Tel Aviv.

Segundo os pesquisadores, caminhadas são tão eficazes para aliviar dores lombares quanto aulas com equipamento especializado em clínicas de reabilitação. Mas é preciso andar de 20 a 40 minutos e por duas ou três vezes na semana para sentir os benefícios.

O estudo, liderado por Michal Katz-Leurer e Ilana Shnayderman, foi publicado na revista Clinical Rehabilitation.

Os pesquisadores dizem que essa opção de tratamento cabe facilmente em uma rotina diária e permite a quem sofre com dor nas costas ser mais responsável pela sua própria saúde.

Quando as pessoas praticam caminhada, os músculos abdominais e das costas também trabalham. Enquanto programas de fortalecimento muscular muitas vezes exigem um equipamento específico e supervisão de especialistas, andar é uma atividade simples que pode ser feita por conta própria.

Para o estudo, os pesquisadores recrutaram 52 pacientes com dor lombar. Através de questionários, eles foram inicialmente avaliados em relação a níveis de dor, sentimentos de incapacidade e tendência a evitar atividades diárias, bem como condicionamento físico.

Em seguida, metade dos participantes completou um programa típico de fortalecimento muscular, com duas a três sessões de exercício por semana em uma clínica, durante seis semanas. A outra metade completou um programa de seis semanas de caminhadas feitas de duas a três vezes por semana. Os participantes começaram andando 20 minutos, e depois progrediram para 40 minutos conforme sua resistência melhorava.

Os resultados mostraram que ambos os grupos melhoraram significativamente em todos os aspectos avaliados, mostrando que o programa de caminhada foi tão eficaz quanto o tratamento recebido na clínica. Katz-Leurer ressaltou, no entanto, que o grupo que fez caminhada apresentou melhor condicionamento físico no fim do teste.

Ela também observa que pessoas ativas são menos propensas a sofrer dores no corpo. Andar a pé, uma atividade de baixo impacto, também reduz a pressão arterial, melhora o funcionamento do cérebro e do sistema imunológico, além de reduzir o estresse.

Fonte: BOL Notícias

Caminhadas ajudam a aliviar dores lombares, mostra estudo
Rolar para o topo