Depressivos graves consomem mais chocolates

Quanto maior é o grau de depressão, maior é o consumo de chocolates.Esta é a constatação de um estudo americano realizado por pesquisadores da Universidade da Califórnia (Estados Unidos). A depressão é um transtorno do humor caracterizado pela presença de sintomas como tristeza, desânimo, fadiga, irritabilidade, dificuldade de memória, alterações do apetite e peso, insônia, perda da libido, entre outros.

Os autores do estudo examinaram a relação entre o consumo de chocolate e os sintomas depressivos de 931 homens e mulheres. O participantes preencheram um questionário sobre o consumo semanal de chocolate, bem como um outro sobre o consumo geral dos alimentos. O grau dos sintomas depressivos foi avaliado através da Escala de Depressão do Centro de Estudos Epidemiológicos Americanos.

Os indivíduos que apresentaram escores mais elevados de depressão consumiam, em média, 60% mais chocolate do que aqueles com os menores escores de sintomas depressivos. Esta associação ocorreu tanto em homens como em mulheres, e não foi válida para outros tipos de alimentos.

Os autores do estudo levantaram algumas hipóteses para explicar esta associação:

  • O consumo de chocolate seria considerado uma forma de tratamento pelos indivíduos depressivos.
  • O desejo de ingerir chocolate teria outras razões, não relacionadas à depressão.
  • O chocolate poderia agravar os sintomas depressivos.
  • A inflamação ou outros fatores fisiológicos poderiam aumentar o desejo de consumir especificamente chocolates.

Fonte: Portal do Estado do Mato Grosso

Depressivos graves consomem mais chocolates
Rolar para o topo