Dormir mal pode agravar quadros de inflamação

Estudo da University of Rochester Medical Center, nos Estados Unidos, indica que adultos mais velhos que dormem mal têm a resposta do sistema imunológico alterada ao estresse, o que pode aumentar o risco de problemas de saúde mental de física.

Durante a realização do estudo, o estresse levou a aumentos significativamente maiores em um marcador de inflamação em pacientes que relatavam dormir poucas horas e com pouca qualidade de sono.

“Este estudo oferece mais evidencias de que um sono melhor, além de melhorar o bem-estar, ajuda na prevenção de problemas fisiológicos e psicológicos associados com inflamações”, diz Dr. Kathi Heffner, coordenador do estudo.

Segundo os pesquisadores, a associação entre sono e uma resposta inflamatória intensa ao estresse agudo não pode ser explicada por outros fatores ligados ao comprometimento imunológico, incluindo problemas como solidão e depressão.

O estudo envolveu 45 mulheres e 38 homens com idade média de 61 anos. Os participantes foram avaliados para o status cognitivo e completaram questionários no qual relataram a quantidade e qualidade de seu sono, além de informações como estresse percebido, solidão e uso de medicamentos.

Os voluntários foram submetidos a uma série de testes de memória verbal e de trabalho, além de uma bateria de perguntas que serviram como elemento de estresse. Amostras de sangue foram coletadas antes e depois dos testes para medir os níveis de interleucina-6 (IL-6), proteína que indica inflamação. Os resultados mostraram que aqueles que relataram pior sono tinham índices de IL-6 maiores, o que pode aumentar o risco de doença e morte em idosos.

Fonte: University of Rochester Medical Center

Dormir mal pode agravar quadros de inflamação
Rolar para o topo