Movimento é vida, viva!

A atividade física é essencial para a vida. É prevenção e é tratamento. É um estilo de vida…

Benefícios da Atividade Física

1- Diminui 50% o risco de ataque cardíaco

O exercício melhora a atividade cardíaca, aumentando a quantidade de sangue bombeado para o corpo. Fazendo 30 minutos de caminhada por dia, cinco dias na semana, o risco de ataque do coração diminui pela metade.

2- Aumenta o HDL- o bom colesterol e diminui o triglicérides

Cada vez que fazemos exercício, nossos níveis sanguíneos de colesterol saudável aumenta temporariamente. O HDL funciona como um caminhão de lixo, que ajuda a eliminar o mau colesterol das paredes das artérias – Arteriosclerose. Este processo deve estar associado a uma boa alimentação.

3- Diminui a pressão arterial

Este efeito encontramos em pacientes hipertensos, que começam a fazer atividade física.

4- Previne o câncer

Exercício regular e moderado aumenta a atividade das células assassinas naturais (NK) em 50% a mais que uma pessoa que leva a vida sedentária. As NK são capazes de destruir vírus, bactérias e células cancerígenas. O efeito positivo dura o dia todo. O dia que não fazemos exercício, a função do nosso sistema imunológico não é efetiva.

5- Aguça a capacidade mental

Existe uma clara relação entre o nível de atividade física e o nível de atividade mental em pessoas idosas.

6- Diminui a ansiedade

Por meio do uso ativo e regular do corpo, pode-se descobrir um sensação e bem-estar, uma grande vitalidade, uma atitude mais calma e relaxada frente as pressões de cada dia.

7- Estimula a respiração profunda, abdominal

Melhora a oxigenação de todas as células do corpo.

8- Proporciona um sono reparador

9- Melhora a digestão e o funcionamento dos intestinos

Estudos Epidemiológicos demonstram uma diminuição da incidência de câncer de cólon em pessoas que fazem exercício regular.

Os primeiros passos para melhorar a digestão são: combinação de alimentos, tomar água entre as refeições, fazer uma caminhada bem leve após as refeições.

O exercício vigoroso associado a uma dieta rica em fibras é um excelente remédio para o intestino preso.

10- Fortalece os músculos, ossos e ligamentos

11-Previne a Osteoporose

Investigações da Escola de Medicina em St. Louis, demonstraram que uma pode aumentar sua massa óssea em 32 ou 3% ao ano com exercícios de força.

12- Diminui o risco de desenvolver diabetes em adultos

O exercício aumenta a habilidade das membranas musculares de transportar a glicose para as células musculares. Este tipo de transporte depende da insulina, por isso se requer uma dose menor de inulina. Está comprovado que o exercício ajuda a melhorar a sensibilidade à insulina.

13- Melhora a memória

O exercício ajuda a melhorar a comunicação em pacientes com Alzheimer. Em um estudo que examinava a habilidade para comunicar-se em 2 grupos de pacientes com Alzheimer, mais de 40% do grupo que estava no programa de caminhada, experimentou melhora na sua habilidade para comunicar-se. O outro grupo que participou apenas de aulas de conversação, não experimentou grande avanço.

14- Dá elegância à forma física

Combate a flacidez, celulite e auxilia a drenagem linfática.

15- Aumenta a auto-estima

Reflete uma melhora da postura e amor-próprio.

16- Elimina o excesso de gordura

Um bilhão de pessoas estão com excesso de peso, no mundo. Vinte milhões de crianças, também.

Apenas o exercício é ineficaz, precisa estar acompanhado de uma dieta balanceada, mudar alguns hábitos como beliscar fora dos horários das refeições, evitar doces… Para quem quer perder peso é necessário um programa mais intenso de atividade física diário de 45 minutos a 1 hora.

17- Aumenta o metabolismo

O exercício matutino aumenta o metabolismo do corpo, queimando assim mais gordura

18- Produz energia e disposição

A atividade física proporciona mais clareza mental, mais disposição para outras atividades.

19- Melhora o humor

Devido a maior produção de endorfinas, quem faz exercício fica mais feliz

20- Aumenta a resistência

O que significa estar em boa forma? De acordo com American Collage of Sports Medicine, estar em forma é a habilidade de realizar atividade física de uma maneira moderada ou vigorosa, sem chegar ao cansaço excessivo.

21-Combate a depressão

As endorfinas são os narcóticos naturais, que aliviam a dor e trazem uma sensação de bem-estar.A serotonina é um substância que está diminuída em pessoas depressivas. Para depressão a atividade mais benéfica é ao ar livre, pois a luz solar saudável também contribui para aumentar a serotonina e as endorfinas. Centro de estudos, mostram como o exercício diminui drasticamente a Depressão. Depois de uma sessão de 60 minutos de atividade aeróbica, ocorreu uma redução do desânimo e da tensão.

22- Retarda o envelhecimento

De acordo com o Estudo sobre Práticas Saudáveis realizado no Condado de Alameda, Califórnia, a atividade física foi considerado o elemento mais importante de longevidade. Além de viver mais, esses idosos ativos tem disposição e gozam de saúde como uma pessoa de 20 a 30 anos a menos, que são sedentários.

23- Melhora a qualidade de vida

Para todo ser humano é muito importante ser independente para realizar as atividades da vida diária e a atividade física contribui para isto.

De todos os remédios conhecidos, não existe um com tantos benefícios fisiológicos e sem efeitos colaterais, se feito corretamente.

“Mais pessoas morrem por falta de exercício do que por excesso de cansaço; muitos, mais por excesso de ociosidade, do que de atividade. Os que se acostumam a exercícios apropriados ao ar livre, têm, geralmente, uma circulação boa e vigorosa. Dependemos mais do ar que respiramos do que do alimento que ingerimos. Homens e mulheres, jovens e idosos que desejam saúde, e que apreciariam a vida ativa, devem lembrar-se de que não poderão obter isso sem uma boa circulação. Sejam quais forem as suas ocupações e tendências, devem eles preparar a mente para exercício ao ar livre, tanto quanto possível. Devem considerar um sagrado dever superar as condições de saúde que os têm mantido confinados dentro de casa, privados do exercício ao ar livre.” – Ellen G. White, Conselhos sobre Saúde, pág. 173