Tomar remédios na frente de crianças aumenta o risco delas se intoxicarem

Pesquisadores britânicos aconselham pais e responsáveis a não ingerirem medicação na frente das crianças, devido ao risco de eles quererem copiá-los. De acordo com equipe da Universidade de Nottingham, os médicos e profissionais de saúde devem alertar os pais sobre a importância de se manter os medicamentos em locais seguros e de não ingeri-los na frente dos pequenos.

Os especialistas explicam que, para as crianças, é normal colocar os objetos na boca, e que eles tendem a copiar as ações dos adultos. Logo, ao verem os responsáveis ingerindo medicamentos, drogas ou álcool, consideram o objeto comestível.

A pesquisa analisou dados de crianças de com até cinco anos de idade, nascidas entre janeiro de 1988 e novembro de 2004. Os resultados mostraram que aquelas com idades entre dois e três anos tinham quase dez vezes mais probabilidade de se envenenarem por medicação do que em outro momento da vida, pois é quando estão na fase de imitar o comportamento dos adultos à sua volta.

O estudo foi publicado no British Journal of General Practice.

Mais informações: British Journal of General Practice

Tomar remédios na frente de crianças aumenta o risco delas se intoxicarem
Rolar para o topo